O poder das ervas




Fala-se muito de poluição exterior, isto é, poluição atmosférica, poluição dos rios, dos oceanos… no entanto, a poluição do ar interior das residências e escritórios, lugares onde passamos a maior parte da nossa vida, é mais importante do que se imagina e é causada por poluentes presentes em tintas, solventes, borrachas, plásticos, móveis, produtos de limpeza, carpetes, gases de sistemas de aquecimento e refrigeração, ou ainda pelas ondas eletromagnéticas emitidas pela tv, microondas, som.

A alta concentração desses poluentes em ambientes fechados causa um problema conhecido como Síndrome do Prédio Doente. Estudos realizados pela Agência Americana de Proteção ao Meio Ambiente nos últimos 25 anos, mostram a presença de mais de 107 agentes cancerígenos em residências e escritórios. Para ajudar a despoluir o ambiente interior, uma solução simples e ao alcance de todos é a utilização de plantas despoluentes. Agindo como verdadeiro filtro natural do ar, as plantas despoluentes são capazes de filtrar as impurezas existentes em ambientes internos e retirar toda a poluição do ambiente oxigenando o espaço. 

E, contrariamente ao que se diz comumente, todos os cômodos da residência, até mesmo os quartos, poderão ter plantas, pois o dióxido de carbono rejeitado à noite pelas plantas de interior é mínimo comparado com a quantidade de oxigênio que elas liberam durante o dia. Para um bom resultado, recomenda-se aproximadamente, uma planta para cada 10 m2.

Como funciona? O princípio da despoluição está na troca de gases. Os poluentes do ar são absorvidos pelas folhas. Os micro-organismos que vivem nas raízes vão converter os poluentes em produtos orgânicos que servem então para nutrir as plantas. A planta emite então um vapor d’água através da transpiração melhorando assim a taxa de umidade do ambiente e o nível de oxigênio.

Quais são essas plantas que despoluem o ambiente? Um estudo de mais de 15 anos da Nasa, em parceria com a Associated Landscape Contractors of America (Alca), concluiu que a colocação de certas espécies vegetais em ambientes fechados é a melhor forma de remover gases tóxicos como triclorietileno, berizerio, formaldeído e monóxido de carbono. 

Além das espécies estudadas, muitas outras podem ser incorporadas para reduzir a presença dos compostos no ar. As plantas sugeridas pelo estudo são as mais eficazes, mas podemos usar outras espécies de filodendros, lírios-da-paz, dracenas e da família das aráceas que produzem resultados muito bons. Além dessas plantas, convém salientar, o cactus colonnaire que é ideal para absorver as ondas eletromagnéticas. 

Descubra aqui as espécies de plantas despoluentes ! 
As espécies pesquisadas e recomendadas para melhorar a qualidade de ambientes internos
Nome popular e Nome científico

Aglaonema, café de salão (Aglaonema modestum) 
Palmerinha-bambú (Chamaedorea seifrizii)
Crisântemo (Chrysantemum morifolium)
Clorofito, Paulistinha (Chlorophytum comosum) 
Dracena-de-madagascar (Dracaena marginata)
Paud'água (Dracaena massangeana 'Fragrans')
Dracena (Dracaena deremensis ' Janet Craig ')
Dracena (Dracaena deremensis ' Warneckei ')
Fícus (Ficus benjamin)
Gérbera (Gerbera jamesonii)
Hera-inglesa (Hedera helix) 
Guaimbê (Philodendron selloum)
Jibóia (Scindapsus aureus)
Espada-de-são-jorge (Sanseveria trifasciata ' Laruentii ')
Lírio-da-paz (Spathiphyllum ' Mauna Loa' )

Este texto foi retirado de um post no facebook, porém, não tinha anotado o nome do autor.
Se você for autor deste texto, por favor, mencione nos comentários para que eu possa dar os créditos.

Obrigada.

Viviane Lopes


Incensos: como utilizar



Há anos, o incenso vem sendo utilizado pelas diversas crenças, religiões e mesmo pessoas descompromissadas com qualquer tipo de credo.
Os antigos, extremamente cautelosos e minuciosos em relação ao preparo de seus rituais, e é claro, do ambiente em que realizavam estes rituais, escolhiam os incensos mais apropriados para aquilo que desejavam e esperavam alcançar.
O uso dos incensos se propagou pelo tempo, tornando-se um importante instrumento universal de meditação, purificação, proteção, não sendo errado acreditar em algumas afirmações encontradas em livros, sites e crendices, tais como:

I. Os incensos, uma vez utilizados de maneira correta, criam uma atmosfera no ambiente, de energia, equilíbrio e harmonia, que ajudam o ser humano a sintonizar mais facilmente com os planos superiores;

II. Associam o homem à divindade, o finito ao infinito. Alguns, ainda, afirmam que os incensos possuem a incumbência de levar a prece para o céu.

III. Os incensos estão relacionados ao elemento ar e representam a percepção da consciência que, no ar, está presente em toda parte.

De fato, estas são apenas algumas das inúmeras afirmações devotadas a este “santo remédio”, se assim podemos chamá-lo.
Os Incensos são misturas de ervas e aromas, ou seja, misturas de componentes alquímicos que possuem a função básica de elevar espiritualmente, tanto o ambiente como o próprio ser, servindo como agente mediúnico das intenções humanas ao Astral.
Para manipular corretamente o incenso, devemos tomar certos cuidados tais como:

a) Acender o incenso sempre com uma intenção clara, podendo ser um puro agradecimento, prece, meditação ou o que mais tiver em mente;

b) Nunca devemos apagar o incenso com sopros;

c) Tentar sempre escolher a fragrância ou mistura conciliando com o que buscamos.

Alguns escritores descrevem a fumaça como sendo o, abstratamente, a transmutação da matéria em espírito, ou seja, carvão com o aroma, respectivamente. Talvez isto explique o porquê da necessidade de se ter uma intenção.

TIPOS, FORMAS E FRAGRÂNCIAS

Hoje em dia, são muitas as marcas, tipos, formas e fragrâncias encontradas.
No mercado hoje, encontramos incensos de marcas nacionais ou importadas, que duram de 15 minutos, ½ hora e até uma hora.
Na Índia, por exemplo, existe um tipo de incenso que sua duração chega até 6 horas, com uma fragrância muito suave que serve para serem utilizadas nos rituais nos templos. Esta longa duração é para a fragrância elevar as orações o tempo todo enquanto o ritual durar. 
Podemos ainda encontrar incensos nas formas de varetas, cones, espirais, pó, ervas, resinas e as fragrâncias são as mais variadas.

Quanto às fragrâncias, precisamos entender que apesar de existirem milhares delas, precisamos encontrar aquela que corresponde com a nossa intenção.
Por exemplo, se sua intenção é conectar-se com as energias cósmicas, a fragrância indicada será a âmbar. Se a intenção é de se sentir feliz, com alegria de viver, a indicada será a canela, e por aí vai. Logo abaixo passarei uma pequena lista das fragrâncias com suas correspondências, dessa maneira ficará mais fácil para você escolher.

Algumas fragrâncias para incensos:

Absinto
Estimulante geral para cansaço físico.

Alecrim
Traz saúde, sucesso nos negócios e acalma.

Alfazema
Acalma e limpa o ambiente.

Almíscar
Afrodisíaco, sensualidade e atração.

Amor Perfeito
Purifica ambientes, ajuda nos estudos, amor e elevação nas vibrações.

Angélica
Espiritualidade.

Anis
Para despertar o amor interno, para despertar forças.

Arruda
Proteção e limpa ambientes carregados negativamente.

Bálsamo
Acalma e equilibra energia.

Bálsamo rosa
Acalma, purifica ambientes, ajuda nos estudos, amor e eleva as vibrações psíquicas.

Benjoin
Exorcismo e espiritualidade.

Camomila
Acalma, purifica ambientes, ajuda nos estudos e desenvolvimento psíquico.

Canela
Estimulante, atrai prosperidade, bens materiais, acalma e afrodisíaco feminino.

Cânfora
Limpa ambientes carregados negativamente, desenvolvimento psíquico e acalma.

Côco
Estimula o bem estar.

Cedro
Purifica o ambiente, despertar forças e desenvolvimento psíquico.

Cravo
Excitante, afrodisíaco e expectorante.

Cravo-da-índia
Purifica ambientes, desperta forças, espiritualidade, sensualidade e atração.

Egypcio
Purifica ambientes e amor.

Erva-doce
Poderoso calmante.

Espiritual
Purifica ambientes, desperta forças e espiritualidade.

Quéfron
Eleva as vibrações e desenvolvimento psíquico.

Romanus
Para despertar forças, desenvolvimento psíquico.

Rosa
Purifica ambientes, ajuda nos estudos, espiritualidade, amor, elevação das vibrações e desenvolvimento psíquico.

Rosa branca
Purifica os sentimentos e acalma.

Rosa Musgo
Rejuvenesce e amacia a pele.

Rosário
Para despertar forças e desenvolvimento psíquico.

Sândalo
Equilíbrio mental, acalma, purifica ambientes, ajuda nos estudos, amor, espiritualidade, elevação das vibrações, sensualidade e atração.

Templum
Ajuda nos estudos, espiritualidade, eleva as vibrações e desenvolvimento psíquico.

Verbena
Ativa a sensualidade.

Violeta
Desperta a auto-confiança e afrodisíaco.

Vetiver
Ativa a sensualidade e comando.

Ylang Ylang
Ativa a sensualidade.



Caro leitor, seus comentários nos ajudam a melhorar a qualidade dos escritos, bem como, são a mola motivacional para criação dos próximos. Ainda, se gostou deste artigo, indique para seus amigos.
Nenhum comentário:
Postar um comentário