Exercicios visualização

Exercicios visualização


Exercício 1 
Sente-se ou deite-se confortavelmente de olhos fechados. Relaxe seu corpo, respire fundo e acalme sua mente. Figuras continuarão a surgir em sua mente, escolha uma delas e mantenha-a. Não permita que surjam outras imagens senão aquela que você escolheu. Mantenha todos os pensamentos ao redor dessa imagem, mantenha-a o mais que puder, deixando-a em seguida sumir e finalizando assim nosso exercício. Quando puder reter uma imagem por mais de alguns minutos, passe ao próximo exercício.


Exercício 2 
Escolha uma imagem e retenha-a em sua mente. Você pode optar por tê-la fisicamente presente e estudá-la antes, analisando cada detalhe - o modo como as sombras se formam - suas texturas - suas cores e até mesmo um odor. Pode escolher uma pequena forma tridimensional, como uma Pirâmide, ou ainda algo mais complexo como uma imagem de Afrodite surgindo dos mares ou uma maçã madura.
Após estudá-la atenciosamente, feche seus olhos e veja o objeto diante deles, como se estivessem abertos. Não olhe para o objeto novamente com seus olhos físicos mas sim com sua imaginação mágica, com seus poderes de visualização.
Quando puder manter essa imagem por mais de cinco minutos, prossiga.


Exercício 3 
Este é mais difícil e de natureza realmente mágica. Visualize algo, qualquer coisa, mas de preferência algo que você nunca tenha visto. Por exemplo: um legume de Júpiter. É roxo, quadrado, com um pé de largura, coberto de pêlos verdes, com cerca de 1 cm., e com pintinhas amarelas com cerca de 2 cm. Ok?
Este é, obviamente um exemplo.
Agora feche seus olhos e veja - realmente este legume em sua mente. Ele nunca existiu, você o está criando por meio de visualização, com sua imaginação mágica. Torne esse legume real. Vire-o em sua mente para que possa vê-lo de diversos ângulos, a seguir deixe que ele desapareça.
Quando puder sustentar qualquer imagem criada por cerca de cinco minutos, avance para o próximo exercício.


Exercício 4 
é o mais difícil. Mantenha uma imagem criada ( como por exemplo o legume de Júpiter ) em sua mente, com os olhos abertos. Tente mantê-lo visível, real, palpável. Olhe fixamente para uma parede, olhe para o céu, ou contemple uma rua movimentada, mas veja o legume lá. Torne-o tão real que possa tocá-lo. Experimente-o sobre uma mesa ou sobre a grama debaixo de uma árvore.
Se nos dispusermos a utilizar a visualização para alterar o nosso mundo, e não apenas no nebuloso mundo que existe por detrás de nossas pálpebras, devemos praticar tais técnicas com os olhos abertos. O verdadeiro teste de visualização está em nossa capacidade de tornar o objeto ou estrutura visualizado real e parte de nosso mundo.
 Fonte:http://www.portaldascuriosidades.com
Nenhum comentário:
Postar um comentário